Campeonato Carioca volta ou não? Governador Witzel se pronuncia sobre o assunto

Depois de uma reunião na FFERJ que aconteceu na última semana, o governador do Rio de Janeiro se pronunciou sobre a possível volta dos clubes de futebol.

Na referida reunião da federação, a própria defendeu o retorno breve aos gramados, mas desde que com portões fechados sem torcida. Alguns clubes se pronunciaram, em especial o Vasco da Gama, por meio de seu presidente, Alexandre Campello, dizendo que voltaria, desde que houvesse uma liberação de órgãos oficiais e de saúde. Cabe lembrar que Campello é médico e conhece tecnicamente sobre o assunto de saúde.

Desta vez, o Governador do Rio se pronunciou sobre o assunto.

– Eu quero me manifestar absolutamente contrário à realização de jogos de futebol ou treinos. A pandemia ainda é grave e considero que neste momento não é adequado para a saúde e a segurança dos atletas ou de todos aqueles envolvidos nos jogos e treinamentos – ressaltou, via assessoria de imprensa.

O Flamengo já revelou que precisa e quer voltar aos gramados o quanto antes. Aliás, em uma reunião a portas fechadas com Ruben Lopes, o clube revelou seu anseio de voltar logo aos gramados. O clube já teve gente do staff acometido da doença, mas agora, faz testes seguidos de coronavírus na equipe e monitora o estado de saúde dos jogadores.

Gaúchos de volta aos gramados

Entretanto, Renato Gaúcho, que cumpria quarentena no Rio de Janeiro, não viajou ainda para o Rio Grande do Sul. Com cirurgias no coração, o treinador faz parte do grupo de risco e pediu para não ser ‘reintegrado’ neste momento, o que foi de pronto atendido pelo Grêmio.

admin

COMENTAR