Raul, que já pode acionar o Vasco na Justiça e sair, negocia permanência e destino já está selado

Raul já poderia deixar o clube sem custo e assinar com outro clube, se acionar o Vasco na Justiça. Mas a diretoria vem se movimentando para segurar o atleta. Aliás, vale a pena ler a nossa coluna sobre a opinião da venda de Marrony, que pode ajudar a resolver a possível debandada de jogadores.

Diante da chance perder Raul, o Vasco vem tentando a prorrogação do contrato, mas ainda sem sucesso. No entanto, segundo informação do canal Atenção, Vascaínos na última quinta-feira (04), a negociação se aproximou de um desfecho positivo.

O canal contou que entrou em contato com a Bertolucci Sports, que representa Raul, e que eles passaram que existe o interesse pela renovação do volante com o Vasco, o que deve ser tratado em breve diretamente com o diretor executivo André Mazzuco.

A informação passada ainda conta que Raul está com muita vontade de seguir no Vasco, e que a questão dele não é o Clube pagar mais ou menos, alto ou baixo, é o não pagamento dos salários. O Gigante está com 4 meses de salários atrasados.

Raul espera continuar no Vasco em meio à sondagens

Raul ainda teria recebido sondagens de 2 clubes, mas recusado de imediato porque quer continuar no Vasco. Espera-se agora que o volante estenda o seu vínculo com o Clube, onde está desde o meio de 2018, quando veio do Ceará.

Venda de ingressos simbólicos para o Jogo da Virada

Em vídeo divulgado pelo Canal Atenção Vascaínos, Flavio Dias revelou uma conversa com outro canal, Vascaínos do Cerrado que elucidou a questão sobre o adiamento da exibição da ‘virada histórica’ do Vasco sobre o Palmeiras pela final da Copa Mercosul.

O jogo que terminou Palmeiras 3 x 4 Vasco, em 2000, seria exibido pela Band neste domingo, dia 07/06, mas por questão de ‘remasterização’ do conteúdo, a reexibição da partida acontecerá no dia 14/06. O Craque Neto, foi o responsável pela informação, pela Band, e ainda revelou que ele será o responsável pela transmissão do jogo.

O Vasco deve, inclusive, se organizar para a venda de ingressos simbólicos, que ajudarão no pagamento de salários, assim como aconteceu, quando da reexibição da vitória do clube sobre o Barcelona-EQU, donde levou o título de campeão da Libertadores do ano de 1998.

Kappa faz reunião para lançamento de material

O Canal Atenção Vascaínos, por meio do jornalista Flávio Dias, revelou uma conversa com o diretor da nova fornecedora de materiais esportivos do Vasco da Gama, a Kappa, sobre a confecção das novas camisas ao clube.

Decerto é que o clube, ainda não tem material esportivo disponível, nem mesmo para os treinamentos, uma vez que o contrato com a Diadora foi finalizado e não poderia ser usado, a não ser que a marca antiga fosse coberta, por conta de uma possível exposição indevida de marcas.

A Kappa já havia sido definida como nova empresa que forneceria o material esportivo do clube e revelou os motivos do suposto atraso de entrega dos materiais.

Indústria têxtil, materiais importados e coronavírus atrasam entrega de material esportivo do Vasco

Na conversa revelada pelo jornalista ao seu canal, ficou claro o motivo do atraso. Aliás, dos motivos. A questão da paralisação das indústrias têxteis por todo o planeta, em especial no Brasil, além de outros setores envolvidos na confecção de todos os produtos (desde o fornecedor do plástico que envolve os produtos), até o tecido que é feito o ‘manto’, foi realmente o principal motivo do atraso.

Inclusive, o diretor revelou que só vai disponibilizar o kit completo, para não decepcionar a torcida. Haverá uma nova reunião com a diretoria do clube na próxima sexta (06), para discussão do lançamento do material e possível divulgação de datas.

Por kit, entende-se cerca de 80 peças que foram desenvolvidas para esta parceria, incluindo desde chaveiros, bonés, meias até a própria camisa, item mais desejado pelo torcedor.

A Kappa, inclusive, foi a fornecedora de material nas duas maiores conquistas do clube em sua história, a Copa Mercosul com a ‘virada histórica‘ em 2000 e a maior de todas, a Conquista da Libertadores da América, que aconteceu em 1998, quando Calçada era o presidente do clube e Eurico Miranda, o gerente de futebol.

Cabe lembrar também que a ‘Virada histórica’ seria reprisada pela Band neste final de semana e acabou sendo adiada para o dia 14/06, por conta da remasterização.

admin

COMENTAR