Vasco paga parte dos atrasados de jogadores, confira o que foi pago e o que falta a pagar

O Vasco continuou o processo de pagamento de atrasados a jogadores e funcionários. Nesta segunda-feira, após arrecadação feita entre alguns vascaínos ilustres, a direção finalizou o depósito de um mês de direitos de imagem e do salário de janeiro a jogadores e membros da comissão técnica.

A folha salarial do departamento de futebol, atualmente, está na casa de R$ 3,5 milhões – não são todos os atletas que recebem direito de imagem, atrasado desde agosto de 2019. Os jogadores que recebem abaixo de R$ 50 mil já havia recebido janeiro em outra oportunidade.

A ação da direção nesta segunda foi direcionada apenas ao departamento de futebol. Funcionários de outros setores do clube também convivem com atrasos.

O que foi pago nesta segunda?

– jogadores (1 mês de direitos de imagem).
– jogadores (que não havia recebido janeiro) e membros da comissão técnica.

O que ainda falta pagar?

– Jogadores: fevereiro, março, abril e maio (a direção considera que maio vence apenas no dia 20). Além disso, parte dos atletas convive com a falta de pagamento dos direitos de imagem desde a metade do ano passado. Férias também não foram pagas.
– Funcionários: quem ganha até R$ 1,8 mil, recebeu o mês de fevereiro e parte de março. Os que têm salário superior a R$ 1,8 mil, receberam apenas o valor parcial de R$ 1,3 mil referente a fevereiro. No entanto, os meses de janeiro, março e abril, além do restante do mês de fevereiro, ainda estão em aberto.
– O clube fez ainda o pagamento de R$ 1,1 mil referente à folha de março a 192 trabalhadores. Há atrasos, portanto, a diferentes categorias salariais dos meses de janeiro, fevereiro, março e abril. Férias do ano passado também não foram pagas.

O atraso salarial é um problema recorrente desde o ano passado na gestão do presidente Alexandre Campello. No começo de 2020, por exemplo, os jogadores se recusaram a dar entrevistas por um mês em forma de protesto.

A expectativa é que novos pagamentos sejam realizados em breve caso se concretize a venda de Marrony para o Atlético-MG, por cerca de R$ 20 milhões.

Fonte: GloboEsporte.com

admin

COMENTAR