Joia da base não renova e é afastado do elenco do Vasco

O volante Juninho, revelação do começo do ano, foi afastado pelo Vasco. Tomada pela direção, a decisão de não deixá-lo à disposição do técnico Ramon Menezes se explica pela falta de entendimento na negociação pela renovação de contrato – a promessa de 19 anos sequer ficou no banco de reservas contra Macaé e Madureira na retomada do Carioca. O atual vínculo expira em 31 de maio de 2021.

Depois de se destacar na Copa São Paulo de Futebol Júnior, Juninho foi promovido aos profissionais, na gestão do então técnico Abel Braga, no final de janeiro. O bom desempenho no clássico contra o Flamengo, no qual Abelão escalou reservas, o tornou uma peça bastante utilizada. Tanto que foi titular em outros três jogos, inclusive na partida que determinou a troca de treinador (derrota por 2 a 0 para o Fluminense).

Porém, a retomada do futebol, após a paralisação provocada pela pandemia do novo coronavírus, revelou uma realidade diferente para Juninho. Desde o final de junho, um pouco antes do confronto com o Macaé, ele foi comunicado que treinaria à parte do grupo. O Vasco entende que o momento é de preservá-lo até que haja entendimento especialmente na questão salarial.

O atual contrato de Juninho teve início em 2018. A partir de 31 de novembro, quando começam os últimos seis meses do atual vínculo, conforme determina a legislação, ele está autorizado a assinar um pré-contrato com outro clube.

Anderson Martins é descartado

O Vasco está se preparando para o início do Campeonato Brasileiro e busca reforços no mercado da bola. Depois de acertar com dois jogadores do Madureira, destaques no Campeonato Carioca, a diretoria do Gigante da Colina busca atender os pedidos do técnico Ramon Menezes e mapeia nomes dos mercados brasileiro e internacional, com a intenção de concluir as tratativas ainda neste mês de julho.

As chegadas do zagueiro Marcelo Alves e do atacante Ygor Catatau não devem ser as únicas no Cruz-Maltino. A dupla espera apenas o retorno do vice-presidente José Luiz Moreira para ser apresentada e a viagem do dirigente levanta uma série de rumores. Além do VP, Mário André Mazzuco está a frente das observações de novos nomes no clube.

Nesta segunda-feira (14), o jornalista Flávio Dias, no canal “Atenção, Vascaínos”, atualizou as buscas do Vasco por reforços. Nos bastidores, o técnico Ramon Menezes teria se agradado de Robinho, que está livre no mercado após deixar o Cruzeiro. A avaliação, no entanto, não é a mesma com relação a Anderson Martins.

O zagueiro, de 32 anos, não deverá permanecer no São Paulo, mas dificilmente retornará a São Januário. Segundo Flávio Dias, é “praticamente impossível” que o Vasco tente o retorno do defensor. Entre os pedidos de Ramon estão um meia armador e uma nova opção para o miolo de zaga, que pode ser minimizada com a contratação de Marcelo Alves.

Visando a sequência da temporada, o comandante ainda espera por novos nomes para mais duas posições. O Gigante da Colina quer ainda um lateral-esquerdo e um jogador que atue pelos lados do campo no ataque. O clube descarta investir em compras, mas vislumbra negócios com atletas livres ou disponíveis no mercado, se responsabilizando apenas pelos salários.

Veja o vídeo do canal Atenção Vascaínos, com as notícias.

 

 

admin

COMENTAR