Sem acordo e com direitos atrasados, Raul pode deixar o Vasco pela Justiça e chegar de graça no rival

Importante sobre a situação do Raul: ele fez parte da repactuação financeira que o clube acordou com os atletas, ou seja, recebeu uma das 12 parcelas e também a folha salarial do mês de maio. Com isso, o Vasco buscou uma proteção numa possível briga judicial.

Isso não impede o jogador de entrar na justiça, já que os meses de março e abril fazem parte desse parcelamento. Mas como o clube já começou a pagar e também quitou a folha salarial de maio, só tendo junho em aberto, o Vasco se sente respaldado nesta questão.

Raul tem 24 anos e contrato com o Vasco até dezembro de 2020. Ele tinha negociações avançadas com o Red Bull Bragantino, mas o Cruz-Maltino não se interessou pelos moldes atuais do negócio (troca de jogadores) e quer a permanência do volante em São Januário.

Outro ponto importante: o FGTS do Raul também foi depositado integralmente.

Fonte: Twitter do jornalista Lucas Pedrosa/Band

admin

COMENTAR