Presidente do Vasco revela se Raul não ou não sair

novela que se arrasta há algumas semanas sobre a negociação entre Vasco, Red Bull Bragantino e o volante Raul teve um capítulo importante. Na última semana, o jogador explicitou para a diretoria vascaína o seu desejo de sair do Cruz-Maltino. E o destino deve ser mesmo o clube paulista. O que tem emperrado a concretização da transferência é um “detalhe” muito importante: as direções dos dois clubes chegarem a um acordo.

Mas, se depender o desejo de Raul, o negócio não deve demorar para ser fechado. Ainda que o Vasco e, principalmente, o técnico Ramon Menezes estejam tentando o convencer a ficar, o jogador não está muito disposto a mudar de ideia. O clube, inclusive, quitou parte da dívida que tinha com o atleta na última semana. Mas nem isso foi suficiente.

O Esporte News Mundo apurou com pessoas próximas ao jogador que ele já deixou claro a direção do Vasco que sua intenção é sair. Com contrato até o fim de 2020, Raul já poderia ter assinado um pré-contrato com outro clube e, então, sair de graça no fim da temporada. A ideia do atleta é iniciar o Campeonato Brasileiro já no Red Bull Bragantino, mas com o enrolar das negociações, já é cogitada a possibilidade da assinatura do pré-acordo. Segundo a fonte ouvida pelo ENM, “Raul só fica se for por obrigação de cumprir o contrato”.

OFERTA DO RED BULL NÃO AGRADOU

Ainda com alguma esperança da permanência do jogador, a diretoria vascaína afirma que o Red Bull Bragantino não formalizou nenhuma proposta sequer – o que o staff do jogador contesta. O clube cruz-maltino não teria se interessado no modelo de negociação proposto pelos paulistas, com troca de jogadores. Como o ENM mostrou na última semana, o Red Bull ofereceu os atletas Matheus Peixoto, Barreto e Bruno Tubarão como opções para o Vasco. Mas o Gigante da Colina deseja uma compensação financeira pela saída de Raul. Em rápido contato com a reportagem, o presidente Alexandre Campello foi sucinto.

– Nós não liberamos de graça – afirmou o mandatário do Vasco ao ENM.

A provável saída de Raul deve deixar o caminho livre para Felipe Bastos se firmar como titular do time, ao lado de Andrey. Além dos dois, o Vasco ainda tem para o meio Bruno Gomes, Freddy Guarín (que ainda tem futuro incerto no clube), Marcos Júnior, Caio Lopes, Martín Benítez, Bruno César, Gabriel Pec, Juninho (outro que também ainda não tem sua continuidade no clube definida, devidos a um impasse na renovação do contrato) e Bruno Cosendey, que se reapresenta ao clube nesta segunda-feira após voltar de empréstimo do CRB.

Revelado pelo Ceará, o Raul foi contrato pelo Vasco no meio de 2018. O jogador de 23 anos soma 83 partidas e dois gols marcados com a camisa cruz-maltina.

admin

COMENTAR