Perto de perder dois volantes, Vasco vai atrás de reforços para a posição

Guarín está em processo de rescisão, e Raul vive situação litigiosa. Além disso, o promissor Juninho não chegou a um acordo de renovação e está afastado. Em uma tacada só, o Vasco perdeu três volantes úteis para a equipe, o que faz a diretoria olhar para nomes do setor no mercado da bola.

Desde o mês passado, o clube tem recebido ofertas de jogadores para a posição, muitos deles do exterior, principalmente da América do Sul. Agora, os dirigentes deverão intensificar as negociações.

A iminente saída de Fredy Guarín, que recebe o terceiro maior salário em CLT do elenco, abrirá uma brecha na folha salarial, o que dará ao Vasco a oportunidade, se quiser, de fazer um investimento mais alto.

Raul estava nos planos da diretoria, mas o jogador não quer ficar e já está apalavrado com o Red Bull Bragantino. Com contrato com o Cruz-Maltino somente até dezembro deste ano, ele tenta chegar a um acordo com a diretoria para se desligar sem a necessidade de ingressar na Justiça do Trabalho. Enquanto isso, foi afastado e está treinando em horários alternativos junto com Juninho e os demais jogadores que não estão nos planos do técnico Ramon Menezes.

Sem o trio, o treinador conta para a posição, no momento, com Andrey, Bruno Gomes, Fellipe Bastos e Marcos Júnior. Além disso, ganhará o reforço do meia Carlinhos, que estava no Standard Liège (BEL) e que também exerce essa função. Restam apenas detalhes burocráticos para ele ser anunciado.

Bruno Cosendey, que retornou de empréstimo do CRB, ainda está com seu aproveitamento no elenco sendo avaliado pela comissão técnica.

O Vasco teve sua estreia no Campeonato Brasileiro adiada, que seria neste domingo (9), em função do Palmeiras estar na final do Campeonato Paulista. Com isto, o pontapé inicial da equipe na competição acontecerá no dia 13, contra o Sport, em São Januário.

admin

COMENTAR