Sócio-torcedor do Vasco, maior do Brasil, rendeu milhões e ajudou clube com salários e contratações

O torcedor do Vasco mais uma vez deu sua prova de amor e demonstrou que está ao lado do clube. As mais de 100 mil renovações no plano de sócios-torcedores em meio a pandemia do coronavírus ajudaram efetivamente o clube a quitar boa parte dos salários atrasados.

Nesta semana, o clube pagou o mês de junho aos jogadores e abril e maio aos funcionários. Como repactuou as dívidas de março e abril em 12 vezes com o elenco e efetuou o pagamento das primeiras parcelas, a diretoria entende estar “em dia” com o grupo.

Boa parte destes recursos foi oriunda das mensalidades dos associados que renovaram. O contrato com a Globo e outras fontes complementaram.

Diferentemente do ano passado, quando o Vasco antecipou o montante das mais de 150 mil associações, desta vez o clube só está podendo ter acesso aos recursos de maneira mensal. Calcula-se que os sócios-torcedores geram cerca de R$ 3 milhões por mês.

“Não tem mais empresa para adiantar. Todo mundo segura caixa nessa pandemia”, destacou o vice de Finanças, Carlos Leão.

De acordo com o contador do site “Gigante”, o Vasco tem atualmente mais de 119 mil sócios no total, se mantendo como o clube com mais associados no Brasil.

Vale lembrar que, após as renovações, os sócios-torcedores vascaínos pagam agora o preço cheio dos planos, e não mais com 50% de desconto, como foi feito promocionalmente nos seis meses anteriores.

Numa forma de retribuir a ajuda, o presidente cruz-maltino, Alexandre Campello, anunciou um desconto de 15% aos sócios nas camisas de jogo que foram lançadas recentemente pela Kappa.

admin

COMENTAR