Jogador do elenco pede rescisão da Justiça e 2 milhões ao Vasco

O lateral-direito Rafael Galhardo entrou na Justiça contra o Vasco. Na reclamatória trabalhista, o jogador pede a rescisão indireta de contrato e cobra R$ 2 milhões entre salários atrasados, não recolhimento de FGTS e verbas rescisórias.

A ação, que tem como representante do atleta a advogada Ana Paula Belinger, ainda não foi julgada. O clube de São Januário, portanto, poderá se defender no transcorrer do caso.

Fora dos planos desde janeiro, ainda na gestão de Abel Braga, Galhardo tem vínculo com o Vasco até 9 de janeiro de 2021. Ele foi afastado – situação que continuou no comando de Ramon Menezes.