YGOR CATATAU E MARCELO ALVES TÊM SITUAÇÕES DEFINIDAS NO VASCO

Mercado da Bola Vasco (Reprodução MRNews)

Atenção, Vascaínos! (de 🏠) @AVascainos
UM SAI E OUTRO FICA
O atacante Ygor Catatau não interessou ao Vasco e já aceitou a proposta do Vitória-BA. Já Marcelo Alves ficará no Vasco por mais um ano, com opção de compra do cruzmaltino. Informação passada pelo presidente do Madureira Elias Duba, que não cobrará pelo atleta

LEO GIL CAVA SUA SAÍDA DO VASCO E DESTINO DEVE SER TIME DA LIBERTADORES

LEONARDO GIL REFORÇO DO VASCO

Con Juan Carlos Gaete, Felipe Fritz, Miiko Albornoz y Martín Rodríguez como refuerzos confirmados, Colo Colo se enfoca en conseguir otros nombres que convencen a Gustavo Quinteros. En el mediocampo, por ejemplo, Leonardo Gil es una de las principales alternativas. El volante actualmente se desempeña en el Vasco da Gama.

AS se contactó con Gil, quien se refirió al tema: “Si se llega a dar o hay alguna posibilidad, sería un honor vestir la camiseta de Colo Colo. Es un club grande, tiene mucho prestigio y estaría muy contento, pero no sé nada todavía. Tengo que hablar con mi agente”, afirmó.

El futbolista, quien cuenta con la nacionalización chilena (madre nacida en el país), dejó Rosario Central el 2019 para saltar al Al-Ittihad, club dueño de su pase. El cuadro de Arabia Saudita lo envió a préstamo a Vasco da Gama hasta mediados del 2021.

Sin embargo, el interés de Colo Colo podría cambiar el panorama de Gil: “Me han llamado muchas personas para consultarme y decirme que estoy en carpeta, pero tendría que consultarlo con mi representante. Ojalá se pueda dar”, señaló.

A mediados del 2019 ya había estado entre las opciones de Blanco y Negro, pero no hubo acuerdo con Rosario Central. Gil ha reconocido que le gustaría jugar en un club grande de Chile para estar en la órbita de la Roja: “No pierdo la esperanza de ir a la Selección, es mi sueño”, aseguró en entrevista con AS publicada en enero.

SUB-20 VIRA VITRINE E VASCO CONTRATA DOIS JOGADORES ESTRANGEIROS

SUB-20 VASCO

Meio-campista titular do Vasco, Matías Galarza treina com o técnico do sub-20 Siston para a estreia do Carioca, na quarta-feira contra a Portuguesa. O meia de 19 anos, completados no início do mês, em breve vai receber a companhia de mais dois jovens compatriotas.

O Vasco acertou a contratação por empréstimo – até janeiro de 2022 – do atacante Elias Ovelar, de 19 anos, e do meia Diego Fernández, 18, este convocado nas últimas chamadas para a seleção paraguaia sub-20. Companheiro recente de Matías Galarza, por sinal, na Albiceleste, e na última convocação de Fabrizio Peralta, contratado pelo arquirrival Flamengo.

A dupla deve se apresentar ao Vasco durante a semana para assinar contrato de empréstimo até o fim de 2021. Os dois chegam com preço de direitos econômicos fixados – Ovelar deixa o Cerro Porteño e será vinculado a outro time paraguaio. Fernández, que fez estreia entre os profissionais ainda em 2019 (no Paraguai, os clubes são obrigados a relacionar atletas sub-20), pertence ao Sportivo Luqueño.

A chegada envolveu cena curiosa. O empresário Regis Marques publicou foto nas redes sociais ao lado de Maxi Biancucchi, ex-jogador do Flamengo e primo de Lionel Messi, hoje agente de futebol, ao lado de Ovelar. Na mesa, torcedores vascaínos notaram que havia escudo do Vasco na papelada – o contrato era de Fernández.

Matías Galarza, que teve boa participação na temporada vitoriosa da base vascaína de 2020, pertence ao Olimpia. A opção de compra é de cerca de US$ 700 mil. Ele está emprestado ao Vasco até janeiro de 2022.

No Twitter, o gerente da base do Vasco, Carlos Brazil, confirmou a negociação por Ovelar, informada inicialmente pelo analista de mercado da bola Emmanuel Luiz. Nas primeiras rodadas do Carioca, o time vascaíno terá base de jogadores formados em São Januário.

CONFIRA A FICHA DE MARCELO CABO, NOVO TÉCNICO DO VASCO, TITULOS E TIMES TREINADOS

O torcedor do Vasco deve lembrar de Cabo, quando ele dirigiu o Atlético-GO na conquista da Série B em 2016. Outro grande trabalho do carioca foi pelo CSA, quando recolocou a equipe alagoana de volta à elite do futebol brasileiro após 31 anos e ajudou o Azulão a erguer a taça do estadual, algo que não acontecia há 10 anos.

Confira a Ficha Técnica de Marcelo Cabo

Nome completo: Marcelo Ribeiro Cabo
Data de Nascimento: 06/12/1966 (54 anos)
Local de Nascimento: Rio de Janeiro (RJ)

Trajetória: Bangu (2004), Seleção da Arábia Saudita (2006- auxiliar técnico), Al-Nasr (2009-2010), Seleção Brasileira (2010- observador técnico), Figueirense (2010- auxiliar técnico), Al-Arabi (2010-2011), Tombense-MG (2013-2014), Nacional-MG (2014), Volta Redonda (2015), Macaé (2015), Ceará (2015), Tigres do Brasil (2016), Resende (2016), Atlético Goianiense (2016-2017), Figueirense (2017), Guarani (2017), Resende (2018), CSA (2018-2019), Vila Nova (2019), CRB (2019-2020), Atlético Goianiense (2020-2021) e VASCO DA GAMA (2020).

Títulos: 1 Campeonato Brasileiro da Série B (2016- Atlético Goianiense) , 1 Campeonato Goiano (2020- Atlético Goianiense) e 3 Campeonatos Alagoano (2018- CSA, 2019- CSA e 2020- CRB)

Marcelo Cabo quer trazer jogadores do Atlético-GO para o Vasco

NewsColina! ® @newscolina
Marcelo Cabo afirmou que tem a intenção de indicar jogadores do Atlético-GO para o Vasco. O treinador irá conversar com o presidente do clube goiano para saber quais jogadores estão à disposição.

Fonte: Twitter NewsColina

Juniores: Negociação com atacante paraguaio está em andamento

Mercado da Bola Vasco (Reprodução MRNews)

Detetives Vascaínos @detetivevasco
Sobre o atacante paraguaio @Eliasovelars9, que muitos estão perguntando, acabei de falar com o gerente da base Carlos Brazil, que deu mais detalhes, porém reforçou que a negociação está em andamento. ‘Empréstimo pro Sub-20. Nada fechado ainda’, disse. #CanalDetetivesVascainos

Fonte: Twitter Detetives Vascaínos

CAMPEÃO GOIANO, MARCELO CABO ANUNCIA SAÍDA DO ATLÉTICO-GO NO DIA DO TÍTULO

Neste sábado,  Cabo se sagrou campeão goiano ao vencer nos pênaltis o Goianésia, após empate de um gol no tempo normal.  O treinador confirmou que está de saída para o Vasco.

Gabriel Rodrigues @gabrielcsr
⚠️ Marcelo Cabo, novo técnico do Vasco, à Radio Sagres, de Goiânia: ‘Coração não quer, mas razão pede. Decisão difícil essa de deixar o Atlético-GO. Estou voltando para o Rio, para um time grande’. #VascoENM

Fonte: Twitter do jornalista Gabriel Rodrigues/Esporte News Mundo

MARCELO CABO É O NOVO TÉCNICO DO VASCO

O carioca Marcelo Cabo, de 54 anos, terá sua primeira oportunidade em um grande clube do Rio na próxima temporada. Foi escolhido pelo Vasco para ser o treinador que tentará reconduzir o time à elite do futebol brasileiro. Cabo assinará contrato válido até dezembro de 2021 com o clube de São Januário, e chega com dois profissionais, um deles Gabriel Cabo, seu filho e auxiliar.

A negociação avançou muito neste fim de semana, com a proposta oficial do Vasco, passada ao empresário Alex Fabiano e a Regis Marques, que intermediou a contratação do treinador. Houve o acerto das bases salariais e do tempo de contrato, porém as partes aguardavam o final do Campeonato Goiano para fazer qualquer tipo de manifestação nesse sentido.

+Áudio do intervalo mostra tensão na cabine do VAR de Vasco x Inter; clube buscará R$ 100 mi em caso de queda confirmada

Cabo estava no Atlético-GO, clube do qual se despediu neste sábado com o título estadual após vitória nos pênaltis por 5 a 3 sobre o Goianésia – no tempo normal, o jogo terminou em 1 a 1.

Cabo foi o eleito em decisão colegiada do departamento de futebol, liderado pelo executivo Alexandre Pássaro. O Vasco também estudou outros nomes, como Lisca (América-MG), Fernando Diniz (sem clube), Pintado (Ferroviária) e Umberto Louzer (Chapecoense).

Marcelo Cabo iniciou a carreira de treinador em 2004, quando dirigiu o Bangu. Depois disso, dirigiu outros 16 clubes, entre eles Atlético-GO, Ceará, Figueirense e Guarani. Tem também em seu currículo passagens pelo Oriente Médio e foi observador técnico da Seleção na Copa do Mundo de 2010, quando Dunga estava à frente da equipe.

O grande trabalho de Cabo deu-se em 2016, quando conquistou a Série B com o Atlético-GO. No CSA também foi muito bem, tirando o time de uma fila de 10 anos no estadual com um bicampeonato e o recolocando na Série A, competição que não disputava há 31 anos.

Fonte: geMARCELO CABO

MERCADO DA BOLA: TALLES MAGNO VIRA A SOLUÇÃO FINANCEIRA PARA O VASCO E VENDA DEVERÁ ACONTECER PARA O EXTERIOR

Talles MAgno do Vasco da Gama (MRNews)

Com o quarto rebaixamento para a Segunda Divisão, o Vasco vai tentar acelerar a negociação de Talles Magno para o futebol do exterior. O clube da Colina precisa da transferência para amenizar a perda de receita com a queda.

Antes, o clube vislumbrava no garoto uma grande transferência, no nível de Douglas Luiz, em 2017, e Paulinho, em 2018, agora as ambições não são tão grandes. Fruto da temporada abaixo do esperado da promessa de 18 anos.

O desejo de saída é recíproco, depois de o jogador ser muito cobrado pela torcida nas redes sociais. Contra o Botafogo, em janeiro, ele fez gol e fez sinal de que não estava ouvindo as críticas. Após começar 2020 gerando altas expectativas, o jovem não conseguiu corresponder e chegou a ser reserva com Ricardo Sá Pinto e Vanderlei Luxemburgo.

A ideia do Vasco é acertar uma transferência antes mesmo da reabertura da janela europeia, no meio do ano, e aposta na expectativa de desenvolvimento que o garoto ainda gera, diante do que ele conseguiu mostrar no segundo semestre de 2019.

Inicialmente, o clube não cogita nem a venda para um clube do Brasil, diferentemente do que fez com Marrony, negociado com o Atlético-MG por R$ 18 milhões.

Um empréstimo para que ele possa respirar novos ares e reencontrar o bom futebol longe de São Januário também não é cogitado, num primeiro momento. A ideia é transferência definitiva para o futebol do exterior, pela necessidade de obter recursos de imediato e motivado pela desvalorização do real frente ao euro e ao dólar.

Falta de visibilidade no exterior

A tarefa de fazer bom negócio não será das mais fáceis. O Vasco terá de driblar a desvalorização de seu principal ativo com a temporada apagada e ainda driblar a dificuldade para conseguir visibilidade no futebol europeu.

Apesar de ter jogadores formados no clube algumas das principais ligas europeias, Allan e Douglas Luiz na Inglaterra, Philippe Coutinho na Espanha e Paulinho na Alemanha, o presidente Jorge Salgado ainda vê o clube pouco notado.

— Precisamos ter um canal mais forte com os clubes da Europa, mostrar mais o Vasco para fora. Eles praticamente não nos conhecem, não olham para nós. Precisamos quase que criar uma diretoria comercial do futebol. Alguém conectado, mostrando nossos jogadores. O clube depende ainda da venda de jogador, todos eles, não é um caso isolado do Vasco — destacou o presidente em entrevista ao GLOBO no começo de fevereiro.

Na previsão orçamentária de 2020, o Vasco estimou a arrecadação de R$ 64 milhões, mas conseguiu apenas a metade, R$ 33 milhões. Já para 2021, o clube votou o orçamento com a entrada de R$ 82 milhões.

— Muitos jogadores, bons jogadores da base, por falta de oportunidade, se perdem. Temos de criar um mercado para eles. Se não for aproveitado, colocar em um time de segunda linha na Europa — acredita Salgado.

VEJA QUANDO TERMINA OS CONTRATOS DO ELENCO PRINCIPAL, PRAZOS SÃO DOR DE CABEÇA DA DIRETORIA

A direção do Vasco ainda não se manifestou oficialmente, mas a reformulação do elenco para a nova temporada está no planejamento do cenário de Série B. A dificuldade, porém, está posta: dos 31 jogadores do grupo profissional, apenas seis têm contrato por vencer nos próximos meses.

O cenário, portanto, é de que a maior parte dos atletas têm vínculos longos: ou terminam em dezembro de 2021 ou dezembro de 2022. Se isso fortaleceu o clube a garanti-los no passado, significa a obrigatoriedade de pagamento para a eventual rescisão.

Pela atual legislação, caso um clube decida rescindir o contrato antes do término, terá de pagar integralmente os salários a que o atleta teria direito até o término do acordo. Para desembolsar um valor menos, há a necessidade de acordo entre as partes. Outra alternativa é negociá-los, venda ou empréstimo.

Dos que têm vínculo por acabar por agora, a situação de Henrique foi tema recente. O lateral e o Vasco acordaram que falariam sobre a situação após o Brasileiro. Neto Borges, Leonardo Gil, Benítez, Marcelo Alves e Ygor Catatau estão emprestados. Destes, apenas o zagueiro e o atacante vindos do Madureira têm negociação mais fácil e podem permanecer.

Na época da campanha eleitoral, o então candidato Jorge Salgado criticou a condução do futebol na gestão Alexandre Campello. Ele defendeu, à época, reformulação. Questionado sobre os contratos em vigor, apontou um caminho:

– Mas alguns estão acabando no final do ano, no meio do ano, vamos tentar alguma negociação para esse tipo de jogador.

O término dos contratos do elenco vascaíno

GOLEIROS

Fernando Miguel: 12/22
Lucão: 12/23
Alexander: 9/22
Fintelman: 12/22

LATERAIS

Cayo Tenório: 12/22
Pikachu: 12/21
Henrique: 8/21
Léo Matos: 12/21
Neto Borges: 7/21

ZAGUEIROS

Leandro Castan: 12/22
Ricardo Graça: 12/23
Marcelo Alves: 2/21
Miranda: 12/21
Ulisses: 12/22
Werley: 12/22

VOLANTES E MEIAS

Léo Gil: 6/21
Bruno Gomes: 12/23
Caio Lopes: 1/22
Andrey: 12/21
Marcos Júnior: 12/21
Juninho: 12/23
Benítez: 6/21
Carlinhos: 12/22
Lucas Santos: 12/22

ATACANTES

Gabriel Pec: 8/24
Cano: 12/21
Gustavo Torres: 12/21
Talles Magno: 12/22
Tiago Reis: 12/22
Vinícius: 12/24
Catatau: 2/21